Obrigada Chico!



Obrigada por proporcionar muitas risadas e ser referência no mudo humorístico e artístico. De todos os seus personagens, adoro o seu trabalho em Up! Altas Aventuras, como o Sr. Fredericksen, pois me marcou muito, já que amo a sua voz. Você inspirou muitas pessoas Chico, e vai fazer falta! Descanse em paz.

Duzentos personagens, oito filhos, seis mulheres, várias declarações polêmicas, muita vontade de ajudar quem sempre viveu do humor, alguns desafetos no percurso, mas também gerações influenciadas por ele e um país de admiradores ao longo de 65 anos de carreira. Chico Anysio se vangloriava de ser nordestino, daqueles que não fogem à luta. E foi assim até o fim. Maior humorista da TV brasileira, ele não se rendeu facilmente e, nos últimos três meses, travou um batalha pela vida, mas não resistiu. Chico morreu nesta sexta-feira, aos 80 anos, no Hospital Samaritano, em Botafogo, no Rio. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o governador do estado, Sérgio Cabral, decretaram luto oficial de três dias em todo o Rio de Janeiro. Segundo o advogado da família, Paulo César Pinto, o velório será realizado neste sábado no Teatro Municipal, no Rio. 


O corpo será cremado neste domingo, no cemitério do Caju, ainda sem previsão de horário.
— Não tenho medo de morrer. Só acho uma pena, quando ainda tenho tanta coisa a fazer, para ver, tanto filho para ajudar, tanto neto. Mas não posso lutar contra o inevitável — disse Chico ao GLOBO em maio de 2011.



Leia mais sobre esse assunto em O Globo